quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Moda e Arte: Fronteiras

 

Cerâmica - reproduções de vestidos de alta costura /1999
Posted by Picasa

Considerando a moda uma categoria de si mesma (dotadas de seus arquétipos, alegorias, símbolos, utilidades e história) há nela também uma variante a ser considerada: A fronteira com a arte. É óbvio que a arte pode ser pode utilizar elementos da moda, mas por uma questão de princípios ela não vira moda. É sempre arte; já a moda quando utiliza as referências artísticas como formas de expressão, respeitando seus valores de forma x função, ela continua sendo moda, neste caso agregada de valores de outro segmento. Um editorial de moda bem feito serve como indicador desta fronteira. A situação proposta, o fotógrafo e seu talento, os valores plásticos empregados, fazem com que se isolarmos o resultado de uma revista ou catálogo, o resultado serve como um objeto de arte digno de museu, galeria ou contemplação de qualquer sorte. Algumas revistas embaçam esta visão, outras mostram claramente e conceitualmente as propostas mais enriquecedoras. Não é necessário citar os exemplos. O olhar sensível de qualquer espectador detecta esta diferença.

5 comentários:

ummilhaodevestidos disse...

Querido, bom dia, tudo bem?
Escuta, quer dar uma entrevista lá no UM*?
(UM = Um milhão... não é chique?)
Até!

Paulandre disse...

chique sim, o convite também..claro que sim..manda ver! =)

Livia Limp disse...

Ei querido, conforme te prometi, aí vai o endereço do meu blog. www.livialimp.blogspot.com. Quero saber sua opinião. Bem, quanto ao seu, só posso afirmar que está casa dia mais lindo e interessante! Sucesso, sempre!
Bjs carinhosos

PHCS disse...

Lindo e interessantíssimo post, Pablo! Além disso, lembrou-me minha querida Tia Dida e seus dois talentosos filhos... Beijo pra vc!

Paulandre disse...

é verdade Paulo, os 'meninos' são mesmo talentosos..bjs pra vc tbm!